Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

domingo, 18 de setembro de 2011

 
 
O tempo passou, e eu não passei com ele
Fiquei aqui ouvindo legião
Esta velha batida do meu coração
E nesta minha adolescência de trinta e poucos anos
Eu refaço os meus velhos planos

Naquela louca esperança feliz
Eu sigo o caminhos escritos em giz
Mudaram as estações
E eu continuo com as velhas canções

Mentido para a minha maturidade
Em mim o que envelhece é só a idade
Fiquei preso no tempo que um dia foi bom
Tempo em que eu jurava que a felicidade era um dom...

Saulo Prado

2 comentários:

  1. Olá Jhacy!

    Bela escolha...o Saulo é um mestre da poesia!

    Um beijo!

    Sonia Regina

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jhacy

    Há muito que não passo por aqui.
    Hoje vim matar saudades, apreciar coisas bonitas, abra
    çá-la com carinho e desejar-lhe uma linda semana

    De coração

    viviana

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com