Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

domingo, 29 de julho de 2012


Ando com uma vontade tão grande
 de receber todos os afetos, todos os carinhos,
 todas as atenções. 
Quero colo, quero beijo, quero cafuné,
 abraço apertado, mensagem na madrugada,
 quero flores, quero doces, quero música, vento,
 cheiros, quero parar de me doar e começar a receber.”

(Caio Fernando Abreu)

quarta-feira, 25 de julho de 2012

"Mas aí, daqui uns dias…. você vai me ligar. Querendo tomar aquele café de sempre, querendo me esconder como sempre, querendo me amar só enquanto você pode vulgarizar esse amor. Me querendo no escuro. E eu vou topar. Não porque seja uma idiota, não me dê valor ou não tenha nada melhor pra fazer. Apenas porque você me lembra o mistério da vida. Simplesmente porque é assim que a gente faz com a nossa própria existência: não entendemos nada, mas continuamos insistindo."


Tati Bernadi

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Tomara

Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...

Vinícius de Moraes

segunda-feira, 16 de julho de 2012

"Não foi nada. Deu saudade, só isso. De repente, me deu tanta saudade."
— Caio Fernando Abreu.

domingo, 15 de julho de 2012

Foi Assim...

Bastou um toque apenas... 

E todas as chamas reacenderam 

Arderam as brasas adormecidas 

Numa febre louca de paixão

Tatiana Moreira



Sabe o que descobri?
Este é o meu cantinho favorito.
e acabo de perceber que só venho aqui
quando você me inspira com a sua presença.
Percebo que durante algum tempo
este cantinho vai me fazer lembrar
o quanto te amo e quanto a sua presença
é importante pra mim.
Foto: ” Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás.”

Caio F. Abreu
” Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás.”

Caio F. Abreu

sábado, 14 de julho de 2012

Oswaldo Montenegro - Quando A Gente Ama (Legendado)


[...] e é assim, pensar em você, 
se tornou o único jeito de pensar em mim,
 lembrar de você, 
se tornou a única forma para lembrar de mim, 
e chorar de saudades de você, boom, isso é rotina.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

É sempre assim...
Quando menos espero,
quando penso que tudo acabou
Aparece vc, sorriso fácil,
cheio de amor
e eu mais uma vez, esqueço...
esqueço as promessas de outrora
os momentos de solidão
e me abandono
nos teus ollhos pequeninos,
nas tuas mãos que encaixam-se perfeitamente nas minhas,
nos teus beijos
que fazem tremer
no fundo eu sei que é " só mais uma vez...."

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

- Martha Medeiros

quarta-feira, 4 de julho de 2012


Puxa, Há quanto tempo não venho aqui...
E quantas mudanças na minha vida,
Só uma coisa não muda: 
A saudade que sinto de você!!



MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com