Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Amar


Amar

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.

Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Saudades de você...


Saudades de você...

Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso, do teu abraço gostoso
De passear no teu céu
É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dá prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz

Pensamento viaja e vai buscar meu bem querer
Não posso ser feliz assim, tem dó de mim
O que que eu posso fazer?

terça-feira, 16 de junho de 2009

O AMOR


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..

Fernando Pessoa

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dia dos Namorados


"Quando o amor tocar você
respire cada partícula dele.
Sentirá sua alma feliz,
seu coração preenchido por algo
inexplicável e totalmente maravilhoso.
Pode não vir da forma certa,
no formato e cores certas, mas
amor é pra sentir, saborear e conhecer novos aromas.
Ame da forma que for, calma ou loucamente...
mas deixe o Amor viver em Você !! "

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Apaixone-se


Apaixone-se

Apaixone-se pela manhã que em todos os dias te levanta com os pés firmes no chão.
Apaixone-se pelas canções que mesmo quando todos se calam elas ainda sussurram o refrão em seus ouvidos.
Apaixone-se pelo hoje que te faz respirar, enxergar, sentir, viver...
Apaixone por você pois não existirá ninguém melhor para se amar do que a si mesmo pois só descobrimos o que é amor quando nos apaixonamos, primeiramente por nós mesmos.
Apaixone-se pela vida, ela é o único presente que vc diz que não pediu mas que jamais deseja perder.
Apaixone-se mil vezes pela mesma coisa se esse sentimento te faz crescer
apaixone-se cada dia mais e mais
Apaixone-se pelos dias, eles passam depressa e quando você menos espera eles já não existem mais.
Apaixone-se por cada conversa, pois ela pode ser definitiva dependendo da circunstância.
Apaixone-se pela dança, principalmente se for a dois pois ela te faz sentir vivo, capaz.
Apaixone-se por quem te faz sorrir, pois essa pessoa merece muito mais do que você imagina.
Apaixone-se... a vida te presentea quando você se entrega e acredita no amor.
Apaixone-se pela vontade de amar pois existirá um momento em que sozinho não dará mais para ficar.
Algumas pessoas sentem medo de se apaixonar e no entanto não se dão a oportunidade para apaixonar-se por um sonho.
A vida é curta e na entrega ao medo, perdemos um tempo precioso.
Apaixone-se por um sonho...acredite que tudo dará certo pois somente a sua fé trará seu sonho para perto de você.
Você poderá se perder em meio a uma multidão mas alguém predestinado irá te encontrar... basta você acreditar.
Você poderá sentir solidão...querer e não ter alguém para compartilhar um desejo, mas acredite, esse alguém está chegando e é por algum motivo algo o atrasou,mas sua fé o trará para perto de você.
Apaixone-se pois uma vida repleta de canções te espera.
E o amor simplesmente virá trazendo consigo uma alma apaixonada
Apaixone-se pois no final poderá contemplar a magia de tudo aquilo que teve fé.
Tudo tem hora e lugar para acontecer...basta você confiar.Confiar que tudo que aconteceu é merecimento por seus sinceros desejos.
O tempo vai passar e com ele você irá envelhecer e nessa rotina da vida nunca se esqueça: apaixone-se mil vezes por você, seja em qual época ou lugar for... Apaixone-se!

(Autor desconhecido)

terça-feira, 9 de junho de 2009

Não se Esqueça de Mim...


Onde você estiver,
não se esqueça de mim
Com quem você estiver
não se esqueça de mim

Eu quero apenas estar
no seu pensamento
Por um momento pensar
que você pensa em mim

Onde você estiver,
não se esqueça de mim
Mesmo que exista outro amor que te faça feliz
Se resta, em sua lembrança,
um pouco do muito que eu te quis

Onde você estiver,
não se esqueça de mim
Eu quero apenas estar
no seu pensamento

Por um momento pensar que
você pensa em mim
Onde você estiver,
não se esqueça de mim

Quando você se lembrar
não se esqueça que eu
Que eu não consigo
apagar você da minha vida
Onde você estiver
não se esqueça de mim...

Roberto Carlos

segunda-feira, 8 de junho de 2009

É preciso não esquecer nada



É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.


É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.


O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.


O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.


O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence.

(Cecília Meireles)

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Eu mesma


Eu Mesma

Hoje serei eu mesma...
Juntarei meus pedaços,
meus momentos esquecidos.
Darei cores vivas a um passado
em preto e branco.
Escreverei outro livro,
em páginas decoradas com a poesia.
Hoje serei eu mesma...
preciso enxergar o que não quero,
chorar até secar todas as lágrimas,
banir os pensamentos sombrios
e descansar dentro de mim.
Farei muito barulho,
vou gritar, berrar até cansar.
Quero acordar deste sonho inexistente.
Vou romper as teias,
retirar o mofo que impregna minh'alma
E depois quem sabe te dizendo adeus,
eu possa voltar a sorrir.

Serena.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Um dia de Domingo


Eu preciso te falar
Te encontrar de qualquer jeito,
Pra sentar e conversar,
Depois andar de encontro ao vento,
Eu preciso respirar.
O mesmo ar que te rodeia,
E na pele quero ter,
O mesmo sol que te bronzeia,
Eu preciso te tocar.
E outra vez te ver sorrindo,
E voltar num sonho lindo,
Já não dá mais prá viver,
Um sentimento sem sentido,
Eu preciso descobrir.
A emoção de estar contigo,
Ver o sol amanhecer.
E ver a vida acontecer,
Como um dia de Domingo,

Faz de conta.
Que ainda é cedo,
Tudo vai ficar por conta da emoção,
Faz de conta,
Que ainda é cedo,
E deixa falar a voz do coração.


Michael Sullivan e Paulo Massadas

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Tuas Mãos


“Tuas mãos”

Ah estas tuas mãos…
Que atiram longe meu juízo,
Aprisionam meu coração
Este moleque enamorado…
Que anseia por teu toque
Como quem espera a vida.
Ah estas mãos…
Que me levam ao paraíso
Incendeiam meu desejo…
Que proclamam vida
Aos meus poros…
Marcando com rastros febris.
Ah estas tuas mãos…
Trêmulas, ansiosas
Que num canto qualquer
Esquecem roupas e decoro...
Põe minha alma nua…
E do meu inverno faz estio.

Glória Salles

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Presença


" PRESENÇA

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo...
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te. "

Mário Quintana

MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com