Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

terça-feira, 16 de junho de 2009

O AMOR


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..

Fernando Pessoa

6 comentários:

  1. Querida Jhacy

    Olá!

    Ah! mas gostei tanto deste poema!!!

    Só mesmo o grande Pessoa...

    Não o conhecia...

    Mas é muito lindo.

    Coisas do Amor!

    Obrigada por a visita ao meu cantinho, amiga linda.

    Desejo-lhe um bom dia de Quarta-feira.

    Um beijo
    viviana

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jhacy!

    Belo poema de Fernando Pessoa! Se você postou é porque gostou (e rimou)!

    Parabéns pessoas de bom gosto!

    Beijinho,

    Renato

    ResponderExcluir
  3. Perfeção, amoo ostextos de Fernando Pessoa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Jhacy!!!
    Belíssimo poema, o amor se revela pelo olhar, sorriso e o toque...
    Tem um selinho para voce no meu blog.
    Beijos, amiga.
    Ângela

    ResponderExcluir
  5. Jhacy!!!

    Belo e doce poema!!!Só Fernando Pessoa poderia exprimir-se desta forma tão linda!

    Você tem muito bom gosto!!!

    Parabéns!!!Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  6. Todo sentimento precisa de um passado pra existir,a amizade não.
    Ela cria como por encanto um passado que nos cerca,ela nos da a consciência de havermos vivido anos a fios com alguém que a pouco era quase um estranho, ela supre a falta de lembrança como espécie de mágica.

    Bom dia.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com