Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Presença


" PRESENÇA

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas,
teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento
das horas ponha um frêmito em teus cabelos...
É preciso que a tua ausência trescale
sutilmente, no ar, a trevo machucado,
as folhas de alecrim desde há muito guardadas
não se sabe por quem nalgum móvel antigo...
Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela
e respirar-te, azul e luminosa, no ar.
É preciso a saudade para eu sentir
como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida...
Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista
que nunca te pareces com o teu retrato...
E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te. "

Mário Quintana

4 comentários:

  1. O meu sonho me leva a você. Nos meus olhos a vontade de te vê e meus lábios murmuram no silencio da noite; eu amo amar você!(fatima fontenelle)
    Adoro teu blog!
    só vivo aqui...
    beijo!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Fátima, valeu o carinho...
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Jhacy!

    Que lindo este poema do Quintana!

    Este é novidade para mim! Demais! Lindo!

    beijo carinhoso,

    Neli

    ResponderExcluir
  4. Amiga Neli,

    Fico imensamente feliz com tua visita!!

    beijos.

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com