Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

sexta-feira, 19 de março de 2010

Meu bem Querer

Não desperta amor que deixa insone
nem paixão que deixa insana
nem ciúme que enlouquece.
Meu bem querer às vezes some
e a vida segue em frente
ao sabor da paz que ele deixou
pois o que vem dele não fenece.
E quando, sem avisar, reaparece
é como se nunca tivesse partido
porque um tanto de si e de sua presença
permanecem indeléveis comigo.
Jamais nos dissemos um adeus
nem mesmo um até breve nos dissemos
jamais falamos do amanhã ou sobre o correr dos anos
nunca pensamos no futuro ou fizemos qualquer plano.
É assim meu bem querer: calmo, sem coração aos pulos,
sem expectativas, sem apegos,
ciúmes, desatinos ou pulsões,
não é amor de amigo nem amor de irmão
Nossas vidas têm apenas um halo
e um elo de branda e doce comunicação
para a qual talvez nem haja definição.
Mas na leveza e na liberdade deste sentir
meu bem querer, mesmo sem saber,
tem a senha e acesso livre
às avenidas do meu
coração.

Fátima Irene Pinto

2 comentários:

  1. Oi, querida Jhacy!

    O amor nas suas mais eruditas formas de o querer e aconchegar!

    Desjo-te um excelente Fim Semana!

    Um beijo,

    Renato

    ResponderExcluir
  2. Esta baiana querida me encanta cada vez que aparece nos meus blogs.

    Obrigado menina e fique e seja sempre muito feliz.

    Beijão do ZC

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com