Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

sábado, 17 de abril de 2010

Tem coisa mais gostosa do que viver um grande amor???
Tem coisa melhor no mundo que viver uma grande paixão??
Sentir o coração disparar toda vez que nossos olhos se cruzam?
Sentir o corpo tremer ao estar perto?
E sentir aquele perfume que só quem amamos tem?
E pegar o carro e sair sem rumo só pra ver se de repente encontramos
a quem amamos?
E desejar que o telefone toque a meia noite só pra ouvir um boa noite???
Nada melhor que isso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

4 comentários:

  1. Hoje à partir das 18hrs meu blog:

    Pelos Caminhos da Vida,

    estará participando da COPA BLOG, venho por meio dessa msg pedir um voto pra vc, a votação vai até o dia 21/04, o site para entrar e votar é esse aqui;

    http://dado.pag.zip.net/

    Caso vc não consiga acessar o site através dessa mensagem, no final do post meu tem o site e por lá entra direto.

    Obrigada.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jhacy!

    Nada melhor de que o amor na sua plenitude! E façamos um louvor ao amor porque ele merece!

    E logo eu que atendo sempre o telefone!

    Um beijo,

    Renato

    ResponderExcluir
  3. Tudo isto é maravilhoso:o telefone,o encontrar de repente...mas o perfume é o melhor de tuuudo!!!

    Adorei sua lembrança dos detalhes!!!

    Um beijo carinhoso!

    Sonia Regina

    ResponderExcluir
  4. Profissão Mãe.


    Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
    Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
    Ela hesitou, sem saber como se classificar.

    "O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
    "Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

    "Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

    Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

    "Qual é a sua ocupação?" perguntou.
    Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

    A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
    Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

    Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

    "Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

    Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
    Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
    Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
    O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

    Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

    Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

    Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
    Senti-me triunfante!

    Maternidade... que carreira gloriosa!

    Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

    Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

    (Marcelo Dias).

    beijooo.

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com