Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Quanto a mim, assumo minha solidão...


E eis que sinto que em breve nos separaremos.
Minha verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia.
Agora eu sei : sou só .
Eu e minha liberdade que não sei usar .
Grande responsabilidade da solidão .
Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama .
Quanto a mim , assumo a minha solidão,que ás vezes se extasia como diante de fogos de artifícios .
Sou só e tenho que viver uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor ,e a dor , silêncio .
Guardo o seu nome em segredo .
Preciso de segredos para viver .

(Clarice Lispector)

3 comentários:

  1. Olá Jhacy!

    Excelente texto da Clarice, e que a Jhacy soube muito bem aproveitar!

    É um assunto, cada vez mais, se tornando em flagelo. É preciso, é urgente, sabermos dar a volta ao texto para podermos prosseguir no "caminho"!

    "O Caminho faz-se, caminhando"!

    Beijinho,

    Renato

    ResponderExcluir
  2. Assumir a solidão é o primeiro passo para aprendermos o valor que temos...Tenho "mestrado" neste assunto,rsrs!!!

    Lindo e valioso texto!Beijos!Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  3. Jhacy querida,

    Lindo texto da Clarice!

    Amiga, saber ser só é uma arte. E a solidão nem sempre é totalmente boa, ou ruím. Depende de como a aproveitamos.

    A Soninha tem "mestrado" no assunto, e acho que tenho "doutorado", hehehe

    Saudades tuas!

    beijinhos

    Neli

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com