Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

domingo, 7 de novembro de 2010

Coisas do Amor

Entendo que na vida existem
desencontros.
Entendo que por muitas vezes
o coração se vê ferido e faz
Esforços doloridos para
Cicatrizar mágoas...
Entendo que o amor nem sempre
Nos oferece de imediato um
Jardim com flores lindas perfumando
Todos os instantes de ternura...
Mas também entendo que não
esperamos a visita do amor.
Que ele não marca momento, hora,
lugar ou pessoa...
Que não nos oferecemos à toa
Para a saudade...
Que é involuntária a lágrima que
Cai dentro de uma ausência amada...
(Porque tudo dói)...
E eu entendo que amar com alma
Eterniza o sentimento.
E Que jamais seremos felizes na
falta de quem se ama...

(Cida Luz)

4 comentários:

  1. As coisas do amor, são tão enternecedoras, nos encantam completamente!

    Lindo poema!

    Tenha uma semana proveitosa e de muita paz!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema!!!

    Jamais seremos felizes na falta de quem se ama...
    Pura verdade!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu não consigo entender...

    Obrigada pela sua companhia Jacy.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Olá Jhacy!

    O amor é poderoso...marca seu espaço e não deixa lugar para nós próprios a não ser ao lado do ser amado!

    Um beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com