Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Te amo como amo as minhas manhãs em que eu acordo. Como amo as minhas noites em que os sonhos invadem a minha cama..
Amo meus cincos sentidos em ti: te ver, te tocar, teu cheiro, tua voz... o gosto que tens.
Amo teus cinco sentidos em mim: os teus dedos entrelaçados aos meus,
o teu olhar malicioso, o teu cheiro gostoso, a tua boca na minha, e quando tu te arrepias quando falo aos teus ouvidos...
Amo como os teus olhos sorriem quando você sorri...
Amo os teus lábios grossos, os teus segredos indescentes, o teu jeito de menina...
Te amo como o príncipe encantado precisa resgatar a princesa e matar o dragão. Como o viajante solitário que a cada noite espera pela aurora...  
Amo-te como a jóia que se perdeu e que se deseja reencontrar. Te amo.

Arthur Meira

Um comentário:

  1. Olá Jhacy

    Muito lindo o seu post!

    Gostei.

    Amiga

    Informo-a que há lá no meu cantinho um desafio para si.

    Quero que se sinta completamente á vontade para o aceitar ou não.

    Um beijo

    viviana

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com