Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Sonhos


a gente só se dá conta dele depois
que acorda,
depois que ele acabou…
E fica aquela vontade na gente
de sonhar mais um pouquinho.
Existem pessoas que são
um sonho.
Um sonho pelo qual a gente dormiria
a vida inteira.

Mas o destino vem e nos acorda
violentamente…
E nos leva aquele sonho tão bom…
Existem pessoas que são flores.
Belezas discretas que alegram o
nosso caminho.
Mas com o tempo, as flores murcham,
e nos enchem
de saudade de sua cor e de seu perfume

Autor desconhecido

4 comentários:

  1. Olá Jacy!

    E é violento sermos acordados no meio de um daqueles sonhos que tudo de bom acontece e em que ele e ela estão muitos felizes!

    Mas também há o reverso da medalha, que são os sonhos que se tornam pesadelos. Mas destes é melhor nem sequer falarmos.

    Beijo,

    Renato

    ResponderExcluir
  2. Espero que demore para eu murchar!!! rsrsrs

    Lindo poema!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Depois que acordamos" fica aquela vontade na gente
    de sonhar mais um pouquinho."

    Lindo e verdadeiro sentimento:O desejo de reter o que nos fez bem a alma,ao coração!!!

    Gostei demais!!!Um beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  4. Oi Jacy!!!
    Estou te repassando um selinho fofo que ganhei, fique à vontade para aceitar.
    Beijinhos
    Ângela

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com