Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Canção da Espera


CANÇÃO DA ESPERA

Quando marcares a tua volta,
quero levantar na madrugada,
quero acordar na alvorada
e esperar por ti.
Quero confundir minha alegria à tua
e juntos, lavar nossas saudades.
Poucas mudanças deverão ser notadas,
além do descompasso
de um coração apertado.
Cada minuto deste novo dia
será precioso de felicidade.
Quero, de novo, trocar contigo
as experiências que teus sonhos embalam.
E, enquanto não chega a hora,
vou desenrolando, nesta minha espera,
imagens que de ti eu guardo.

**Dúnia de Freitas**
Ofertado pelo meu amigo Zé Carlos.

4 comentários:

  1. Obrigada pelo selinho amiga,como já ganhei ele vou acrescentar seu nome la nele tb como presente,valeu.

    Uma otima noite pra vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Jhacy:
    Obrigada pelo selo...
    Amei!!!

    Linda canção de espera...
    Tomara que não seja longa...
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigadão Jhacy pelo presente, o lindo selo. Você é um amor mesmo de pessoa.....
    Adoro vc.
    Beijos do ZC

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo selinho,colocarei seu nome nele,pois já o tenho em minha página.

    Lindo poema!Dizem que o melhor da festa é esperar por ela,mas eu não creio nisto e acho que na espera a gente lê e faz poemas e durante a festa vive-se o poema!

    Beijos,querida!Sonia Regina

    ResponderExcluir

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com