Não pense que escrevo aqui o meu mais íntimo segredo, pois há segredos que eu não conto nem a mim mesma. E não é só o último segredo que revelo: há muitos segredinhos primários que eu deixo que se mantenham em enigma... (Clarice Lispector)

"São pelos pequenos momentos ...Que a gente quase morre ...Que intensamente vive ...Que longamente espera..."

domingo, 21 de setembro de 2008


Tanto

Pensar – me sem ti

É esvair – me em pranto ,

Que sem ti a vida perde o encanto .

Em tantos desejos ,

Em tantos anseios

Só peço para

Amar – me como te amo .

Que muito já chorei ,

Quantas lágrimas já derramei

E te perdoo sempre e tanto.

Quantas promessas já não soaram,

Quantos sonhos já não desmoronaram

Nesta vida de desencontros

Com tantos erros e tantos enganos .

Este amor que é tão forte

Que resiste , que não morre

Que persiste a tanto

Levarei ao longe , sendo onde for

A qualquer canto

Com qualquer tanto .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá amigos,
Sua visita e comentários me deixam imensamente feliz!!!
Obrigada!!!!


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com